Tudo Joia

Jannis Kounellis, Labbra (2012)
27 de outubro - 26 de Novembro, 2016

Press Release

Mensagens de Ternura

Catrina Kowarick

 

“Eu não me considero um artista plástico. Considero-me um poeta. O poeta se define classicamente pela palavra. Para mim, o poeta se define sobretudo pela poética. E poética não é um termo que se restringe ao uso das palavras, pode se expandir ao uso das mais indeterminadas formas de expressão.”  Tunga

 

Desde o início das civilizações, as joias significam muito mais do que a mera necessidade do homem em se adornar. Podiam ora simbolizar gratidão aos deuses, tornando-se amuletos protetores, ora retratar cenas mitológicas ou religiosas. Seja por misticismo, amor, poder ou status, joias são pactos, quase totens e, assim como a arte, acompanham e retratam a história da evolução humana.

Nas artes plásticas, as joias se dão ao luxo – tanto para os artistas que as concebem, quanto para quem as usa – de receberem licenças poéticas e serem consideradas uma extensão do campo de trabalho dos artistas. O seu valor, portanto, não é necessariamente mensurável pelo uso de metais nobres e pedras preciosas, tampouco pelas técnicas sofisticadas de um ourives. Aqui, como nos desenhos, pinturas e esculturas, o que as torna tão valiosas, atraentes e desejáveis são a integridade de sua expressão artística e a maneira como atingem e provocam o espectador. O que distingue, afinal, uma joia das demais obras dos artistas é a sua finalidade e a maneira como é exposta, pois, além de admiradas, também podem ser portadas. Quem veste uma “joia de artista” acaba influenciando também na percepção deste objeto e, mais do que isso, transforma-se numa extensão da obra.

Muitos artistas seguem em suas joias o mesmo estilo plástico, signos, símbolos e materiais das obras, como é o caso das peças de Roberto Burle Marx, que, ao lado de seu irmão Haroldo, desenvolveu a técnica “forma livre” para esculpir as pedras brasileiras, de modo que elas acompanhassem o mesmo padrão estético de seus desenhos e jardins. Outros exemplos presentes nesta exposição que evidenciam que as joias são uma expansão do campo de criação do artista e uma evolução de sua técnica são: os anéis cinéticos de Pol Bury e Cruz-Diez, o pingente em desenho de mandala de Beatriz Milhazes, a pulseira como forma de manifestação política e social de Ai Weiwei, os anéis convexos e espelhados de Anish Kapoor, o colar de tecidos com nós, amarrações e bordados de Sonia Gomes, o broche pop de Lichtenstein e a frase feminista e impactante gravada no anel em forma de serpente de Jenny Holzer, para citar alguns.

Algumas das joias expostas também carregam um significado íntimo que humaniza o artista por trás da obra, como é o caso do colar de Wesley Duke Lee e as pulseiras de papel de Marepe, que ambos os artistas desenvolveram para presentear a galerista Luisa Strina, ou a aliança que José Resende criou para sua mulher, Jac Leirner, e ainda o colar/mini-instalação de Tunga para Cordélia, que simboliza dois corpos que nunca se completam. Estas “joias de artista” representam pactos, relações, e atribuem novos significados às suas musas, deixando de lado o papel exclusivo de inspiradoras e tornando-as também interlocutoras.

Os colares de Nelson Leirner, assim como as peças de Célio Braga, evocam significados místicos e de proteção, assim como eram as joias da antiguidade. Numa livre associação, usando a poética de Tunga e Burle Marx, respectivamente, seja qual for sua intenção e significado, joias são “formas de expressão” e, portanto poesias que transmitem “mensagens de ternura para todos os povos”

Arthur Luiz Piza, Anel [Ring] (1991/2011)
Marepe, Jóias de papel (2003)
Sonia Gomes, Colar [Necklace] (2016)
Ding Musa, Brinco Radiação do Corpo Negro (2016)
Fernanda Gomes, Sem título [Untitled] (2016)
Marcius Galan, Sem título [Untitled] (2016)
José Damasceno, Organograma Guia (2001)
Vista da exposição (Installation view)
Vista da exposição (Installation view)
Vista da exposição (Installation view)
Vista da exposição (Installation view)
Vista da exposição (Installation view)